Tempo em Guararema
31°
19°
tiempo.com  +info
GUIA

“Atlas” de Guararema

Serviço de alto falantes que se ouvia nas praças de Guararema.

p style=color: #000000;Para falar do “Atlas” de a href=http://guararematem.com.br/ target=_blankGuararema/a entrevistei o Sr. Hermínio Fernandes Costa, ele trabalhou lá de 1968 a 1970, mas o serviço de alto falante já existia desde a década de 1950./p
p style=color: #000000;O “Atlas” era um serviço de alto falantes e o dono era o Sr. Maximino de Mello. Os “alto falantes” funcionavam de segunda a domingo das 7 às 21h e aos domingos das 9 às 12h. A música de abertura do “Atlas” ou prefixo musical como se chamava na época era “Cisne Branco da banda de fuzileiros navais./p
p style=color: #000000;O estúdio ficava na frente da Padaria Meirelles, mais ou menos onde é hoje, a relojoaria do Anízio. No estúdio haviam 2 tocas discos, um amplificador, e um microfone. O alto falante ficava do lado de fora, num poste bem alto. Depois mudou para próximo de onde é hoje o Jodola./p
p style=color: #000000;O SAFA (Serviço de Alto Falantes Atlas) tocava músicas da velha e da jovem guarda, e também tocava Beatles, recorda Hermínio. O alto falante anunciava propagandas da cidade como, por exemplo, a Casa Scherma, o posto de abastecimento da COAP (onde o dono era o Sr. Callil Abraão Neme). Hermínio também conta que uma loja de tecidos de Mogi chamada Casas Buri, anunciou durante um mês./p
p style=color: #000000;O alto falante também anunciava notas sociais como falecimentos e aniversários./p
p style=color: #000000;Perguntei ao Sr. Hermínio:/p
p style=color: #000000;- E quando nascia alguém?/p
p style=color: #000000;- Aí não, só quando morria mesmo. (risos…)/p
p style=color: #000000;O SAFA também informava a programação do Guararema Futebol Clube (onde haviam os bailes da cidade), cinema, circo, edital da Prefeitura e da Delegacia de Polícia./p

div style=color: #000000;

Nesta época era comum as pessoas oferecerem músicas para quem estava na praça. O anúncio era mais ou menos assim:

– O rapaz de camisa branca e boné azul, oferece a música … para a moça de sapatos vermelhos. (falava-se o nome dela se sabia ou descrevia a roupa que ela usava)

Nesse momento as pessoas começavam a olhar as roupas uma das outras para descobrir quem eram.

O dinheiro pago com o oferecimento das músicas pelos ouvintes era arrecadado para a compra de discos novos! Na época, a moda era os compactos e LPs. Os ouvintes também ajudavam emprestando diversos discos. O Sr. Maximino, o dono, pedia para que eles tocassem os discos com 78 rotações que haviam lá, esses discos eram da “Velha Guarda” como Nelson Gonçalves, Silvio Caldas, Orlando Silva e etc…

Como nesta época não existia internet para “baixar” facilmente uma música, Hermínio colocava o microfone bem pertinho do rádio que transmitia para o alto falante, sempre aos domingos, quando a Rádio Nacional AM tocava as 25 gravações mais ouvidas da época.

Hermínio conta uma situação engraçada que passou, quando encontraram uma bolsa, que mais tarde vieram a saber que pertencia à Senhora Anita Hernandes.

Na hora de ler, ele leu da seguinte forma:

– Foi encontrada uma bolsa de uma senhora amarela.

Mas na verdade era “Foi encontrada uma bolsa de uma senhora, (vírgula) amarela.

nbsp;

/div

Comentários (2)
Ver Todos Comentar

  1. ANDRÉ LUIZ DE OLIVEIRA

    Estive em Guararema em um certa ocasião, e de repente o sino da igreja tocou, e então o anúncio no alto falante era sobre o falecimento de um morador da cidade .Achei que isso nem existia mais.
    Que legal esses costumes antigos do interior!Gosto muito de Guarerema e seu povo hospitaleiro.E o último anúncio, o da bolsada “senhora amarela “hahaha deu saudade de coisas que nem vivi…

  2. Paulo Cruz Mello Jdm .Itapema

    Bela época 1957 ! Conheci minha Flor em 57 amor 1a. vista
    casamos set.57 juntos até hoje !
    Vivemos grandes emoções desta
    época !. Viva Guararema SP