Tempo em Guararema
22°
10°
tiempo.com  +info
GUIA

Danilo Cavalcante

e o reencontro com a identidade nordestina

Uma manifestação popular que pertence ao folclore brasileiro e que acabou de ser reconhecida como Patrimônio Cultural do Brasil: o Teatro de Bonecos Popular do Nordeste! Assim definiríamos o Mamulengo. Mas é muito mais do que só uma definição: assistir a um espetáculo de Mamulengo nos remete ao encontro conosco mesmo. “É o encontro do nordestino com a sua própria identidade”, diz Danilo Cavalcante, um dos maiores “mamulengueiros” do Brasil.

Nascido em Canhotinho, uma cidade de Pernambuco, Danilo nos relata que o seu primeiro contato com o Mamulengo foi quando ainda era pequeno e viu o boneco em uma apresentação. O caminho era certo. Crescendo, dedicou-se às artes do circo: perna de pau, malabares, pirofagia, palhaçaria… E até ao teatro. Mas os bonecos seriam criados e teriam vida em suas mãos.

O primeiro, conta ele, foi o diabo, “para desespero da minha mãe!”, conta Danilo. E depois vieram outros, todos com personalidade própria, vestidos a caráter e manejados pelas mãos de Danilo. A arte do Mamulengo tem um repertório de cerca de 130 histórias, mas ele ressalta que se utiliza muito o improviso, pois existe a interatividade do público e a criatividade do artista. Os espectadores participam da história, inclusive, conversando com os bonecos. O retorno, diz Danilo, é muita gargalhada. Porém, por trás desse riso, existe a crítica social, o resgate das tradições, dos costumes, da formação social, política e econômica… E foi para que o nordestino reencontrasse sua identidade, tantas vezes perdida nas ruas das cidades grandes, que Danilo criou e organizou o Encontro de Mamulengo, em São Paulo. Já na sua 6ª edição, o encontro aconteceu nas ruas do centro de São Paulo com a participação de mamulengueiros de todo país. E foi nesse encontro, que reúne cada vez mais populares (são milhares), que Danilo Cavalcante recebeu um certificado da Secretária Adjunta de Cultura, Jussara Zatsuga, parabenizando-o pela organização do encontro e a todos os artistas envolvidos.

Danilo veio para Guararema há alguns anos, em busca de tranquilidade com a esposa Cleuza Correia e os filhos Vitor e Artur. Já se apresentou em diversos locais da cidade, inclusive nas escolas. Em 16 anos de Mamulengo, Danilo já percorreu praticamente todo o Brasil e também já foi para Portugal e para a Colômbia. O riso contido, ou a gargalhada espontânea… O mais importante é a felicidade que proporciona e a perpetuação dessa cultura brasileira, abordando de forma artística o cotidiano e a expressão do povo nordestino. A identidade de um povo que convive com as alegrias, tristezas, incertezas… Mas que têm como base a fé e o sentimento de liberdade. Liberdade para dizer com todas as letras que, apesar de tudo, é feliz.

por Valéria Campanholle Parra

Fotos: Fernando Mayfair (11) 96490-1768

Comentários (0)
Comentar