Tempo em Guararema
31°
19°
tiempo.com  +info
GUIA

A “Igreja Matriz”

Da modesta capela até a Igreja de hoje.

Entrevista com o pesquisador e memorialista João Augusto da Silva – Figueredo.

A história da “Igreja Matriz” começa com o início da história da cidade de a href=http://guararematem.com.br/ target=_blankGuararema/a. Por volta de 1875, quando Dona Laurinda doou um quinhão de terra para sua ex-escrava Maria Florência. A escrava junto com amigos constrói uma pequena capela para seu santo de devoção “São Benedito”.

Com o progresso trazido pela “Estrada de Ferro” foram atraídos para a região novos moradores como fazendeiros e comerciantes, que fizeram com que em 1890 a modesta capela fosse demolida e construída uma nova capela. Mas em 1920 novamente a “Capela” foi demolida para dar lugar a uma “Igreja” que foi construída parte em tijolos e parte em taipa. (foto Igreja uma torre)

Em 1954 esta igreja também foi demolida, os tijolos da antiga igreja foram usados para construir a base da nova igreja. Com a ajuda da comunidade e do “Padre Luis Martini”, a igreja foi construída um pouco para trás onde era a prefeitura da época (veja a foto).

A construção levou dois anos e só terminou em 1956. Nesse período as missas, batizados e casamento eram feitas na “Capela de São João” (ao lado do salão paroquial) que hoje fica na Rua Francisco Freire na época chamada de “rua nova”.

O enorme relógio que vemos na fachada da Igreja Matriz só foi instalado em 1962. Esse relógio foi comprado pela Dona Olga Botelho Egas (esposa do médico José Botelho Egas que fundou a Santa Casa de a href=http://guararematem.com.br/ target=_blankGuararema/a).

Curiosidade

O nome da “Igreja Matriz” é “Igreja de São Benedito”. Já o nome da Paróquia é “Paróquia de São Benedito e Nossa Senhora da Escada. Segundo o Direito Canônico, define Paróquia como “a comunidade de fiéis submetida a um presbítero (padre), que recebe o título de pároco”

Comentários (1)
Ver Todos Comentar

  1. André de MOraes