Tempo em Guararema
19°
13°
tiempo.com  +info
GUIA

Festa de São João Batista – Dozinho Leite

Festa da Lagoa Nova

Entrevista com o Memorialista João Augusto Figueredo.

A festa surgiu com o avô de Dozinho Leite (1) o português “João Fernandes da Costa” que construiu uma capela no fundo do quintal, como era costume dos católicos europeus (2), para o santo de devoção “João Batista”. Estima-se que a festa tenha 124 anos (3).

Na época em que começou a tradicional festa, não existiam padres suficientes para rezar missa nas capelas distantes. Por isso, nas festas, a oração sempre foi comandada pela família ou por um capelão. Em 1940 a festa passou a ser organizada por “Dozinho Leite” e sua esposa Rosalina de Souza Leite. Em 1970 foi construída a atual capela e assim começaram a oferecer com o auxílio de toda a comunidade, um prato especial o “Afogado” .

A festa acontece sempre nos dias 23 e 24 de Junho no sítio da família e, nos últimos anos, recebeu mais de três mil visitantes, em média, por festa.

No dia 23 é feita a limpeza do pátio, a decoração e a preparação dos alimentos (as carnes são cortadas e as batatas, descascadas). Nessa noite, os devotos rezam uma novena, têm as barracas típicas de doces caseiros como: doce de abóbora, doce de mamão, arroz doce e bolos. Nas barracas de salgados tem bolinho caipira, espetinhos de carne, frango e pastel. Além de toda essa comilança tem forró e fogueira de São João!

No dia 24, entre 5 e 6 horas da manhã, na antiga “casa de farinha” (4) colocam fogo na lenha e começam a preparar o tradicional “Afogado” feito de acém e costela bovina, batatas, água… Tudo temperado com alho, sal, folhas de louro e cheiro verde. O acompanhamento, que é o arroz, é feito na cozinha da casa da festa e farinha de mandioca.

Por volta das 11h30, começa a procissão. Os devotos saem da Capela até a casa do “Nagaoka” (5) e voltam para Capela onde a tradição continua. O capelão da cidade de Santa Branca comanda a oração junto com os devotos que oram pela comunidade e agradecem pelas bênçãos recebidas. Em seguida é servido o afogado gratuitamente.

A rifa de um boi de 14 arrobas já virou tradição na festa de Dozinho Leite, o sorteio é público e feito na mesma festa. Os devotos e a comunidade ajudam na preparação da festa, desde a limpeza do pátio, passando pela decoração até a produção do afogado. Hoje, os filhos e netos de Dozinho Leite, comandam a festa, em especial as filhas Maria Aparecida Leite e Doralice Leite. (6)

(1) Salvador Leite

(2) Do blog Dialetica Cultural link href=http://dialeticacultural.blogspot.com.br/2013/12/caminhos-antigos-xxv.html?m=1http://dialeticacultural.blogspot.com.br/2013/12/caminhos-antigos-xxv.html?m=1/a

(3) 1891 é a data em que o avô de Dozinho Leite chegou ao Núcleo Colonial de Guararema

(4) Local onde hoje é preparado a Afogado, era antigamente a casa de farinha. Ainda existe a moenda neste local.

(5) Nagaoka é genro de Dozinho Leite.

(6) Hoje a organização da festa está a cargo de Doralice Leite.

Publicado em 24 de Julho de 2015

Comentários (1)
Ver Todos Comentar

  1. Richard Tavares Leite

    Bom dia gostaria de conhecer mais sobre minha família Leite meus bisavós moravam em Guararema em freguesia da escada. Mas não sei os nomes deles… Meus avós já falecidos falavam muito desta região…